frame_new.gif (40245 bytes)

 

Espaço RH - Artigos

spacer.gif (43 bytes)
Depto. Pessoal
Recursos Humanos
Relatório Trabalhista
Dados Econômicos
FGTS
Imposto de Renda
Legislação
Jurisprudência
Previdência Social
Recursos Humanos
Salários
Segurança e Saúde
Sindicalismo
Trabalhista
CD-Rom Trabalhista
Assinatura
Cursos
Suplementos
Chefia & Liderança
PLR
Quadro de Avisos
Principal
Chat DP/RH
Negócios & Parcerias

Atitudes e Momentos de Verdades

por Expedito Tavares Nonato*

Jonh Maynard Keynes disse certa vez: "A maior dificuldade não está em persuadir as pessoas a aceitar novas idéias, mas em persuadi-las a abandonar as antigas".

Tome propriedade destas palavras e faça uma reflexão de modo que você vivencie o papel de um colaborador e de um gestor de pessoas, contudo, se você na vida real exercer o papel de gestor imagine-se na condição de seu subordinado, e se colaborador exerça o papel de seu gestor. Colocar-se no lugar do outro é de grande importância, pois, possibilita que qualquer pessoa evite cometer momentos de verdades desagradáveis nos relacionamentos. "Momentos de verdades" é uma expressão utilizada pelo Marketing de relacionamento para caracterizar o instante que o provedor de serviços está frente a frente com o Cliente, e precisa corresponder de forma assertiva para fechar uma venda.

Agora de posse deste seu novo papel abandone mentalmente todas aquelas atitudes e comportamentos que você gostaria que fossem mudadas seja você colaborador ou gestor.

Você deve estar pensando, falar é fácil – quero ver aplicar isso no cotidiano! De fato imaginar é muito mais fácil; contudo, nada impede que tenhamos atitudes que possamos denominar de momentos agradáveis.

Neste momento pense nessas atitudes sendo expressas através de indicadores numa escala de zero a dez; em seguida relacione-as com as três perguntas tiradas da obra Capital Intelectual – Thomas A Stewart:

1) "Qual o seu grau de satisfação no trabalho?".

2) "Em relação ao ano passado, você se sente mais feliz, igualmente feliz ou menos feliz?".

3) "Você sabe como seu trabalho beneficia o cliente (não, um pouco, mais ou menos, bastante, totalmente)?"

As respostas dadas possibilitarão a elaboração de uma proposição de valor que sustente sua carreira ou sua equipe em direção aos objetivos almejados, desde que o seu "eu" seja a primeira pessoa de fato a ser persuadida a abandonar aquelas idéias antigas e que não agregam importância nenhuma ao seu mundo pessoal e profissional. Vale esclarecer que valor é aquilo que tem importância; quando ouvimos a tão usada expressão "isto agrega valor", podemos entendê-la como isto agrega importância. Crie momentos de verdades que possibilitem a você e aos seus interlocutores criar experiências inovadoras e atitudes vitoriosas!

Ah! Defina o que é valor para você, pois só assim, o conteúdo acima terá sentido!

 

(*) Expedito Tavares Nonato

expeditotavares@yahoo.com.br

Formado em Gestão de Recursos Humanos, Pós-Graduando em gestão de Serviços pela FMU. Possui quinze anos de experiência na área de Recursos Humanos e seus sub-sistemas, atualmente trabalha com contratos de serviços voltados para terceirização.


Nota: O artigo  publicado nesta seção, é de propriedade intelectual do respectivo(a) autor(a), cujo o conteúdo poderão ser utilizados para diversos fins, mediante a expressa autorização do(a) mesmo(a). A Sato Consultoria não se responsabiliza pelo seu conteúdo. Caso encontre algum material não autorizado, protegido pela lei de direitos autorais, favor entrar em contato, através do e-mail abaixo, para que possamos remover imediatamente e citar o referido problema.

E-mail.jpg (1550 bytes)